fbpx

Sexo virtual: aplicativos de relacionamento crescem durante pandemia

Com a obrigatoriedade do distanciamento social, as pessoas têm procurado maneiras de manter a interação. Na pandemia, o uso de aplicativos de relacionamento aumentou exponencialmente. Da mesma maneira, muitos resolveram experimentar o sexo virtual.

Uma pesquisa realizada pelo aplicativo Happn, por exemplo, mostrou que 54% dos usuários estavam dispostos a ter encontros por videochamada. Enquanto isso, seus concorrentes como Tinder e Bumble bateram recordes de acessos e “swipes” — gesto que um usuário faz na foto de outro quando este agradou ou não.

Separei dicas para quem pretende aventurar no sexo virtual. Confira:

  • Cuidado com a segurança — o grau de confiança no parceiro é que vai determinar o “formato”, se chamada de vídeo, voz ou mensagens de texto. Em qualquer um dos casos, cuidado com o que é mostrado. Este é um momento de mexer com a imaginação e as fantasias do outro, não é necessário se expor;
  • Garanta que os dois estão à vontade — além de confiar na pessoa do outro lado, é preciso que os dois estejam à vontade, sentindo-se bem com a situação. Na dúvida, converse antes, combine, estabeleça limites para que fiquem confortáveis, consigam relaxar e aproveitar;
  • Mexa com a imaginação — coloque sua criatividade para jogo, elogie, faça perguntas, provoque, descreva suas “más” intenções e desejos.
Post anterior
Covid-19 pode causar dor nos testículos e disfunção sexual
Próximo post
Baixa testosterona pode aumentar o risco de Covid-19 nos homens

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
WhatsApp WhatsApp