fbpx

Sexo virtual: aplicativos de relacionamento crescem durante pandemia

Com a obrigatoriedade do distanciamento social, as pessoas têm procurado maneiras de manter a interação. Na pandemia, o uso de aplicativos de relacionamento aumentou exponencialmente. Da mesma maneira, muitos resolveram experimentar o sexo virtual.

Uma pesquisa realizada pelo aplicativo Happn, por exemplo, mostrou que 54% dos usuários estavam dispostos a ter encontros por videochamada. Enquanto isso, seus concorrentes como Tinder e Bumble bateram recordes de acessos e “swipes” — gesto que um usuário faz na foto de outro quando este agradou ou não.

Separei dicas para quem pretende aventurar no sexo virtual. Confira:

  • Cuidado com a segurança — o grau de confiança no parceiro é que vai determinar o “formato”, se chamada de vídeo, voz ou mensagens de texto. Em qualquer um dos casos, cuidado com o que é mostrado. Este é um momento de mexer com a imaginação e as fantasias do outro, não é necessário se expor;
  • Garanta que os dois estão à vontade — além de confiar na pessoa do outro lado, é preciso que os dois estejam à vontade, sentindo-se bem com a situação. Na dúvida, converse antes, combine, estabeleça limites para que fiquem confortáveis, consigam relaxar e aproveitar;
  • Mexa com a imaginação — coloque sua criatividade para jogo, elogie, faça perguntas, provoque, descreva suas “más” intenções e desejos.

4 Comentários. Deixe novo

  • No sexo virtual o interessante é justamente usar a imaginação, lembrando que somos energia e que tudo começa na mente, psique! Embora sinta atração pelo mesmo gênero, sou Homem Cis, mas havia uma “travada” perto de um homem atraente, na questão “hormonal”, mas em salas de bate-papo que fui me relaxando e pela primeira vez tive orgasmo prostatico, só pelas palavras trocadas na conversa. Ainda pensei, muitas disfunções ereteis, quantas poderiam ser resolvidas em terapias! Sugiro aos iniciantes em sexos virtuais, ficar mais nas conversas, usar e-mail específico porque nem sempre no “privado” a conversa se iguala ao chat! Um cara no chat, chegou a levar conversa para o e-mail, me pediu em namoro, mas se mostrou machista e, despreparado para namorar outro homem, delimitando “papéis” na relação, por exemplo!

    Responder
  • Vó esprementa o aplicativo se eu gosta contínuo

    Responder
  • Adonias da Silva Lima
    04/03/2022 07:21

    Minha

    Responder
  • Adonias da Silva Lima
    04/03/2022 07:22

    Linda meu amor

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Leia também

Siga-me no Instagram

Dr. Homero Ribeiro

Urologista em Brasília

CRM-DF 15092 | RQE 13443

Disfunção erétil
Reposição hormonal
Ejaculação precoce
Doença de Peyronie
Prótese peniana

Menu