fbpx

Saúde sexual do paciente oncológico

Durante a terapia contra o câncer, a maioria dos profissionais de saúde não aborda questões relativas à sexualidade no contexto clínico, concentrando-se nos resultados do tratamento e no controle de efeitos adversos. Contudo há evidências bem estabelecidas de que o câncer e todos os fatores a ele associados podem resultar em prejuízos significativos à função sexual do paciente. 

Além disso, é importante notar que alguns benefícios da satisfação sexual também são favoráveis ao tratamento oncológico. Só para exemplificar, humor positivo, fortalecimento do sistema imunológico, alívio da dor física estão entre os fatores positivos de uma vida sexual saudável e ativa. 

Saúde sexual do paciente oncológico

Principais causas

  • Cirurgias para câncer de próstata, reto, bexiga, colo e outros tumores pélvicos;
  • Quimioterapia — diminuição dos níveis hormonais;
  • Radioterapia — possibilidade de lesões neurológicas e vasculares;
  • Fatores psicológicos associados — depressão, ansiedade e raiva;
  • Aspectos sociais — dificuldades financeiras e mudança na capacidade laboral.

Qual o tratamento?

A sexualidade ainda é um problema pouco enfrentado em pacientes com câncer. Por isso, é necessário incorporar ao tratamento médico e psicológico desses pacientes a discussão sobre saúde sexual. Informando-os sobre problemas sexuais associados à doença e seus tratamentos, esclarecendo preocupações e dúvidas. 

Da mesma maneira, o paciente deve passar por avaliação e acompanhamento com equipe multidisciplinar dos problemas sexais antes e após a intervenção no câncer. 

Homero Ribeiro – Doctoralia.com.br

Menu
WhatsApp WhatsApp